Página Inicial

quinta-feira, 19 de maio de 2016

E a recompensa?





"Portanto, cada um de nós, agrade ao seu próximo no que é bom para edificação."
 (Romanos 15:1)

Me lembro de quando meu marido e eu começamos a namorar. Tanto ele quanto eu já tínhamos passado por desilusões amorosas, então decidimos que não deixaríamos esse passado interferir em nossas vidas e dali para frente viveríamos para fazer o outro feliz, ou seja, foi um compromisso que fizemos: Ser feliz e fazer feliz!
No amor, ser feliz e fazer feliz é regra! Tem que partir de ambas as partes e tem que acontecer de verdade! Mas funciona melhor se invertermos a ordem: Fazer feliz e ser feliz, porque o “fazer” tem que vir primeiro, pois o “Ser” é consequência do que foi “feito”. Se é que me entendem! Vou tentar explicar melhor:

      Eu só vou ser feliz no meu casamento, se meu marido priorizar o “fazer”. E ele só será feliz, se eu priorizar o “fazer”. Se cada um priorizar o “ser” feliz, jamais conseguiremos “fazer” o outro feliz! Mas se priorizarmos o “fazer” feliz, o “ser” feliz será consequência...



Como abençoar meu marido?


Infelizmente, muitos casamentos se acabam porque os conjugues esperam ser felizes, mas não se esforçam para fazer o outro feliz. A princípio, essa falha é quase imperceptível, pois a paixão não nos deixa enxergar além das flores e das estrelas, mas com o tempo, a carência e a falta de humor vão se tornando sentimos constantes entre o casal, revelando um vazio que não se preenche com nada, absolutamente nada.
E como uma pessoa pode ser feliz, se o seu conjugue não é feliz? Impossível! Dessa maneira, ambos entram em nesse vazio e como consequência dessa vida descompromissada de “fazer feliz”, acabam se envolvendo em situações que não se adequam ao casamento, como, amizades inadequadas, vícios, passeios fora de hora, violência entre outras tantas distrações.
E os conflitos tornam-se cada vez maiores.
Um grande erro é achar que o amar / ser amado é obter aquilo que se quer!
Um grande acerto é fazer algo pelo bem-estar daquele que se ama!

Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
1 Coríntios 13:5



Amar é se dedicar, é apoiar, é dividir, é chorar, é rir, é caminhar... sem esperar nada em troca!
A recompensa é consequência! E vai haver momentos em que essa recompensa parece nunca chegar, mas tenha calma! Não existem impossíveis para Deus!

Não fique esperando, ansiando pela recompensa. Deus tem tempo certo para tudo. Dê o seu melhor pelo seu casamento!Faça seu conjugue se sentir especial, dedique-se à ele!

Que Deus possa nos abençoar e nos ensinar a trilhar os caminhos do casamento à luz da sua palavra!


Beijos amadas,

Fiquem na paz do Senhor Jesus Cristo!






2 comentários:

  1. Quando a gente dá a responsabilidade da nossa felicidade nas mãos de outra pessoa, corremos sérios riscos.
    Pra fazer alguém feliz primeiro você tem que ser feliz.
    E em um relacionamento sempre colocar não só a sua vontade em primeiro lugar, mas a vontade do outro.
    Concessão é uma chave secreta para que os relacionamentos caminhem com paz.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso texto!Como sempre. Gostei de ler

    Beijo de boa noite.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!!
Fique mais um pouco, leia mais..

bjs