Página Inicial

terça-feira, 3 de maio de 2016

Marido ignorante

Toda mulher sonha com um lar equilibrado e feliz! Mas, infelizmente, depois do casamento, alguns homens assumem uma postura rude, de difícil convivência e acabam gerando feridas no coração da esposa, além de transformar a vida conjugal em um verdadeiro suplício.
 Geralmente são homens de coração duro, que resolvem tudo com agressividade, causando medo e revolta nas pessoas próximas. Alguns chegam ao ponto de se tornarem insociáveis.
Agem por maldade, por ciúmes, por se acharem “donos” da mulher e talvez, por carregarem consigo traumas passados, destruindo assim o relacionamento conjugal.


meu marido me faz sofrer


A bíblia nos fala de um homem chamado Nabal (cujo nome significa insensato, sem juízo). Nabal era um homem de difícil convivência, ingrato, maligno em suas ações, incomunicável, duro, descontrolado, insensato e tolo.
Nabal era casado com Abigail, uma mulher inteligente, corajosa e fiel, cujo o nome significa "alegria do pai";
Nabal (pela sua ignorância) recusou o pedido de Davi de dar assistência aos seus homens, mesmo sendo perfeitamente possível. Por isso, Davi resolveu que iria extermina-lo, juntamente com todos os seus homens. Mas Abigail, com sabedoria, interveio, dirigindo-se ´]a Davi, levando os mantimentos que ele pedira e impedindo que ele atacasse Nabal.
(Você pode conferir a história completa em 1 Samuel 25.2-38)

Não é fácil viver com pessoas ignorantes, muito menos quando se trata do próprio esposo.Mas, assim como Abigail , é necessário agir com sabedoria em cada situação:

Abigail poderia ter tentado influenciar Nabal a abençoar Davi, mas ela sabia que perderia temp e talvez não conseguisse. Então ela resolveu ir diretamente ao Rei Davi buscar a paz que precisava.
Quantas vezes você já perdeu tempo tentando convencer seu marido que ele está errado? Não seria mais fácil ir direto àquele que pode te dar a paz? Se você ora, o Espirito Santo pode promover a mudança no coração do seu marido.

Às vezes é necessário calar. Quando Abigail foi até o Rei Davi, ela não fez acusações nem o insultou, apenas tentou resolver seu problema com humildade. Também quando retornou ao seu lar, Nabal estava bêbado e ela se calou até que ele estivesse em seu estado normal, para só depois contar o que havia feito.
Um grande inimigo do casamento é a língua afiada. Pois nos momentos de ira fala-se sem pensar, palavras que possam gerar feridas, ou palavras que causem grande furor ou que humilhem o parceiro e isso desgasta grandemente o relacionamento.

Abigail preferiu assumir a responsabilidade (que era do marido) de salvar sua casa a ficar discutindo com o marido. Agiu no tempo certo, fez o que tinha que fazer e não perdeu tempo com intrigas.
Brigas não levam ninguém a nada. E se o homem é um tolo, é melhor que a mulher não seja. Se ele não age sabiamente, é melhor que a mulher tome atitude e se ele é ignorante, é melhor que ela seja responsável. Não deixe que o comportamento grosseiro do seu marido contamine você



Seja como Abigail, e quando necessário, assuma o controle do seu lar! Se seu marido é ignorante, seja você o esteio, a paz da sua casa. Desenvolva estratégias para lidar com ele, use as palavras na medida certa e nunca se canse de orar, pois não há coração de ferro que não se quebre diante de Deus!

Beijos amadas,
Fiquem na paz do Senhor Jesus Cristo!

5 comentários:

  1. Maravilhoso texto, como sempre!

    Beijo
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. O texto é muito bonito sim,mas como ser feliz ao lado de uma pessoa dessa,que te humilha, maltrata e entristece a cada instante? Essas são estratégias de sabedoria para lidar com o marido grosseiro, mas como é possível atingir a própria felicidade?

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!!
Fique mais um pouco, leia mais..

bjs