Página Inicial

terça-feira, 26 de abril de 2016

Tipos de casamento!


Segundo o Dicionário Aurélio, o casamento é umAto solene de união entre duas pessoas de sexos diferentes, capazes e habilitadas, com legitimação religiosa e/ou civil”



tradição casamento

Hoje em dia existem algumas expressões que classificam os diversos tipos de relações matrimoniais existentes. Os mais comuns em nosso país são o Casamento civil (Celebrado sob os princípios da legislação vigente) e o Casamento religioso (Celebrado perante uma autoridade religiosa). Mas, em todo o mundo, existem vários outros tipos de casamentos originados de tradições antigas e outros bem recentes, frutos da modernidade. São eles:

Casamento arranjado: É uma antiga tradição que visa que os costumes de ambas famílias sejam mantidos e perpetuados, por isso é normalmente combinado entre famílias, com ou sem aprovação dos envolvidos. Ainda é bastante presente em alguns países, como a índia, por exemplo.
Casamento branco ou celibatário: É um casamento onde não se mantem relações sexuais, geralmente devido à religião.
Casamento misto: É a união entre pessoas que não professam a mesma fé. (Jugo desigual). Pode acontecer também devido às diferenças raciais e étnicas.  
Casamento aberto ou liberal: Em que é permitido aos cônjuges ter outros parceiros sexuais por consentimento mútuo; onde as relações extraconjugais são consideradas apenas como experiências sexuais
Casamento virtual: Realizado à distância por meio da internet, através de procurações. Alguns sites “realizam a cerimônia” e entregam até certidão. No entanto, não há validade legal.
Casamento poliândrico: Realizado entre uma mulher e vários homens. Hoje, ainda existe em algumas etnias da Índia, do Tibete e do Nepal, onde uma mulher deve se casar com vários homens, todos irmãos.
Casamento poligâmico: Realizado entre um homem e várias mulheres. A poligamia faz parte da cultura de várias sociedades humanas, mas sempre esteve no centro do debate religioso.
Casamento Consanguíneos: Casamentos realizados entre filhos e pais/mães/padrastos/ madrastas, entre irmãos e irmãs, com netos, com tios, noras, cunhadas, com a mulher e sua filha. Parece mentira, mas existem!

Além desses tipos de casamentos citados acima, ainda existem:

Casamento morganático
Casamento nuncupativo
Casamento putativo
Casamento de conveniência

Todas essas formas de casamento precedem de termos culturais, mas não podemos nos esquecer que Deus não estabeleceu o casamento como um contrato e sim como uma aliança onde “os dois tornam-se uma só carne”. Portanto, biblicamente, não há lugar para tantas variações.

Existem alguns princípios bíblicos a respeito do casamento que facilmente anulam (biblicamente) alguns desses tipos de casamento:

Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne. Gênesis 2:24 

O texto de Genesis 2: 24 diz eu o homem deve se unir à mulher e não às mulheres, portanto o casamento é monogâmico. Sendo assim os Casamentos poliândrico e Casamento poligâmico não fazem parte do proposito de Deus. Esse versículo também exclui dos planos de Deus o Casamento aberto ou liberal
Em Levítico 18:8-17 encontramos um texto que nos deixa bem claro que Deus não aprova o Casamento consanguíneo.

“7 Não descobrirás a nudez de teu pai e de tua mãe: ela é tua mãe; não descobrirás a sua nudez. 8 Não descobrirás a nudez da mulher de teu pai; é nudez de teu pai. 9 A nudez da tua irmã, filha de teu pai, ou filha de tua mãe, nascida em casa, ou fora de casa, a sua nudez não descobrirás. 10 A nudez da filha do teu filho, ou da filha de tua filha, a sua nudez não descobrirás; porque é tua nudez. 11 A nudez da filha da mulher de teu pai, gerada de teu pai (ela é tua irmã), a sua nudez não descobrirás. 12 A nudez da irmã de teu pai não descobrirás; ela é parenta de teu pai. 13 A nudez da irmã de tua mãe não descobrirás; pois ela é parenta de tua mãe. 14 A nudez do irmão de teu pai não descobrirás; não te chegarás à sua mulher; ela é tua tia. 15 A nudez de tua nora não descobrirás: ela é mulher de teu filho; não descobrirás a sua nudez. 16 A nudez da mulher de teu irmão não descobrirás; é a nudez de teu irmão. 17 A nudez de uma mulher e de sua filha não descobrirás; não tomarás a filha de seu filho, nem a filha de sua filha, para descobrir a sua nudez; parentas são; maldade é.” (Levíticos 18:7-17)

 DEUS usa o casamento como uma metáfora para expressar o relacionamento de CRISTO com a igreja, comparando CRISTO com o noivo e a igreja com a noiva. Tanto o crente individualmente como a igreja em geral, sempre são considerados no sentido de ser a noiva em relação a CRISTO .Assim, o casamento só pode ou deve existir segundo os princípios do Senhor.

Beijos amadas,
Fiquem na paz do Senhor Jesus Cristo


8 comentários:

  1. Muito bem!Parabéns
    Gostei de ler o texto. Boa reflexão

    Beijinhos e um dia feliz

    Coisas de Uma Vida 172

    ResponderExcluir
  2. Bom diaaa.

    Casamento é uma aliança, cada sociedade tem seus costumes.
    Mas acredito que precisa haver fidelidade, assim como a Igreja com Cristo e Cristo com a igreja.

    bjokas e um dia abençoado pra você =)

    ResponderExcluir
  3. O casamento segundo o padrão de Deus é sempre o melhor. As pessoas estão desvirtuando muito as coisas.
    http://danieleleite.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Dani!O mundo aceita tudo, mas só o que agrada a Deus é que devemos aceitar!bjs

      Excluir
  4. Olá!!!
    Ótimo texto querida.
    Que sempre possamos lembrar que somos a Noiva de Cristo nessa Terra.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não podemos nos esquecer disso amiga!!bjs

      Excluir

Obrigada pela visita!!
Fique mais um pouco, leia mais..

bjs